DOAR AGORA

Notícias

Notícias

Verê empenha-se em ação humanitária na pandemia

A equipe do CAPA/Núcleo Verê definiu como uma de suas prioridades desde início da pandemia a ação de arrecadar verbas e distribuir cestos às pessoas mais atingidas pela esta crise sanitária e econômica causada pela Covid-19. Segundo Talita Kutz, coordenadora do núcleo, foram remanejados mais de dezoito mil reais de recursos próprios para a compra de cestos. “Realizamos também uma campanha de arrecadação permanente junto à Igreja Luterana da IECLB de nossa  região que abrange o Sudoeste do Paraná.”

Talita ressalta a importância da participação de membras e membros da igreja nesta campanha que realizou ações em nove municípios. “Em nome do CAPA/ Núcleo Verê quero fazer um agradecimento especial a todas e todos que doaram e se envolveram no trabalho que até no final do mês de agosto já havia atendido cerca de mil e quinhentas famílias’, enfatiza Talita.

O conjunto de ações humanitárias beneficiou comunidades indígenas rurais e urbanas, acampamentos do MST, comunidades kilombolas e famílias urbanas em vulnerabilidade. Foram distribuídos cestos de alimentos com frutas e verduras orgânicas, kits de higiene e sabão caseiro, cobertores, livros, calçados, kits infantis, álcool e máscaras.

“Muitas pessoas doaram materiais, alimentos e até o seu trabalho, em um grande esforço de ação e solidariedade coletivas que fizeram a diferença e levaram esperança a centenas de famílias.” Segundo Talita os municípios que receberam doações foram Verê, Chopinzinho, Clevelãndia, Renascença, Santo Antônio do Sudoeste, Dois Vizinhos, Palmas, Coronel Vivida e Pato Branco.

Entrega de materiais em comunidade kilombola no município de Palmas/PR

Sociedade civil forma Fórum e Comitê de Resistência

Para atender a lacunas deixadas pelas políticas públicas que afetam populações mais vulneráveis, no Sudoeste do Paraná entidades da sociedade civil criaram Fórum Regional das Organizações e Movimentos Sociais Populares do Campo e da Cidade do Sudoeste do Paraná e, mais recentemente, o Comitê Resistência e Solidariedade do Sudoeste do Paraná.

O Fórum é composto pelo Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA) Núcleo de Verê, pela Associação de Estudos Orientação e Assistência Rural (ASSESOAR), Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública Municipal de Francisco Beltrão (SINTEPFB), Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado do Paraná (FETRAF), Cooperativa da Agricultura Familiar Integrada (COOPAFI), União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (UNICAFES), Sindicato dos Empregados no Comércio de Pato Branco (SECPB), Coletivo de Mulheres, APP-Sindicato Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) e Sindicato dos Empregados no Comércio de Francisco Beltrão (SECFB).

Fazem parte do Comitê de Resistência os integrantes do Fórum Popular Regional e outras organizações sindicais, populares e estudantis,  como Adufbe, DCE Unioeste e UTFPR Francisco Beltrão, Levante Popular da Juventude, Frente Brasil Popular, Sinteoeste, Adunioeste e Rede Ecovida. “Essas organizações se uniram em uma campanha de arrecadação de dinheiro e/ou alimentos da Agricultura Familiar para a organização de cestas destinadas às famílias necessitadas da região Sudoeste do Paraná”, finaliza Talita.

Texto: Cláudia Dreier para o Jornal Recado da Terra, Edição Primavera 2020
Fotos: Arquivo CAPA/ Núcleo Verê/PR