DOAR AGORA

CAPA recebe Comenda Boa Vista do Erexim

Notícias

CAPA recebe Comenda Boa Vista do Erexim

No dia 29 de abril, em sessão solene da Câmara de Vereadores de Erexim/RS foi entregue a Comenda Boa Vista do Erexim – Centenário a 34 pessoas, entidades e associações que contribuem na construção da história de 100 anos do município, entre elas o CAPA/Núcleo Erexim/RS.

“Ao homenagear o CAPA, seus 40 anos de história, que têm como visão o desenvolvimento rural integral e sustentável apoiado no protagonismo das agricultoras e agricultores familiares e das comunidades tradicionais, seguindo os princípios da Agroecologia, da etnosustentabilidade e da cooperação que propiciam vida saudável e realização social e econômica, são homenageadas também pessoas e entidades envolvidas na produção, agroindustrialização e comercialização dos alimentos que vão para a mesa dos erexinenses” reflete a coordenadora do CAPA Erexim, Ingrid Margarete Giesel.

Ao longo da sua existência, o CAPA foi caracterizando o seu trabalho com o respeito à diversidade: biológica, cultural, étnica e religiosa, como item fundamental para a manutenção da vida e para a construção de independência e de autonomia. As agricultoras e agricultores assessorados podem comercializar seus produtos com a Certificação de Produto Orgânico, por meio do Sistema Participativo de Garantia da Conformidade Orgânica (SPG), fazendo parte de espaços de construção coletiva de certificação, comercialização e tecnologias agroecológicas. “Ter acesso a alimentos saudáveis e de boa qualidade é um direito universal dos povos. É dever de cada pessoa e da sociedade como um todo trabalhar para que isso seja realidade”, enfatiza Ingrid. “Muitas são as atitudes que contribuem para a promoção da soberania e segurança alimentar, através da Agroecologia.”

No final, ela conclui “no decorrer dos anos, o CAPA desenvolveu diversas atividades para fortalecer o processo de conversão agroecológica, sendo localmente planejada e discutida com as comunidades. Muitas ações contaram com o apoio e interagiram com políticas públicas, sendo debatidos temas como oportunidades para a agricultura familiar e as novas exigências impostas para a ela; desafios no contexto das mudanças climáticas; a busca de parcerias para a implantação de projetos visando o desenvolvimento sustentável.”

Texto: Cláudia Dreier