DOAR AGORA

FLD-COMIN-CAPA participa do Dia dos Direitos Humanos em Porto Alegre (RS)

Notícias

FLD-COMIN-CAPA participa do Dia dos Direitos Humanos em Porto Alegre (RS)
9 de dezembro de 2022 Diangela Menegazzi

Dia DH em Porto Alegre (RS) aconteceu na Praça da Alfândega, no Centro Histórico da cidade. Foto: Manoela Nunes/AMDH

COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA ARTICULAÇÃO PARA O MONITORAMENTO DOS DIREITOS HUMANOS NO BRASIL (AMDH)

Na semana que marca o Dia Internacional dos Direitos Humanos, movimentos e organizações sociais reuniram-se em diferentes territórios para a atividade pública Dia dos Direitos Humanos – DIA DH. A Fundação Luterana de Diaconia – Conselho de Missão entre Povos Indígenas – Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (FLD-COMIN-CAPA) foi uma das organizações promotoras do ato em Porto Alegre (RS).

O evento aconteceu nesta quarta-feira, dia 7 de dezembro, junto à “Pegada Africana”, obra artística exposta no piso da Praça da Alfândega, no Centro Histórico da cidade. Sandro Luckmann, coordenador da FLD-COMIN, representou a organização.

Sandro reforçou o compromisso da FLD-COMIN-CAPA na construção do direito à existência a todas as pessoas: “Estar aqui é também poder potencializar e se colocar junto na caminhada dos povos, das comunidades, das pessoas que também estão construindo o espaço com a sociedade como um todo, na dimensão da diversidade, da pluralidade, numa dimensão colorida”, afirmou.

“Nossa atuação se pauta pela perspectiva de defender e garantir, com essas pessoas, o seu espaço entre nós e reconhecer o racismo, a intolerância que ainda impera entre nós. A branquitude ainda é um mal que precisa ser vencido. Ela tem tirado a perspectiva de vida digna dessas pessoas”.

Sandro Luckmann, coordenador da FLD-COMIN, representou a organização na atividade. Foto: Manoela Nunes/AMDH

Dia DH

O Dia DH foi promovido pelas organizações do Projeto Sementes de Proteção de Defensores e Defensoras de Direitos Humanos e englobou uma variedade e pluralidade de manifestações e apresentações artísticoculturais, projeção de imagens/vídeos e distribuição de materiais impressos, para  dar visibilidade pública inspiradora a respeito da relevância dos Direitos Humanos, assim como proporcionar a congratulação pública da rede de atuação dos movimentos, das organizações sociais e das pessoas defensoras dos direitos humanos com o público em geral.

Uniram-se e integraram as atividades deste dia movimentos populares, organizações sociais, sindicais, religiosas e lideranças comunitárias, sociais, assim como colegiados de participação social e agentes públicos comprometidos com os direitos humanos.

No RS, além de FLD-COMIN-CAPA, a atividade foi promovida por Abong (Associação Brasileira de ONGs-Sul), Articulação para o Monitoramento dos Direitos Humanos no Brasil (AMDH), Associação Ciganos Itinerantes do Rio Grande do Sul (ACIRGS), Centro de Direitos Econômicos e Sociais (CDES), Comissão de Direitos Humanos de Passo Fundo (CDHPF), Conselho Estadual de Direitos Humanos do Rio Grande do Sul (CEDH-RS), Conselho Indigenista Missionário (Cimi-Sul), Instituto de Direitos Humanos, Econômicos e Sociais (IdhES), Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH-RS), Nuances (Grupo pela Livre Expressão Sexual), PARRHESIA e Rede Unida.

Campanha 21 Dias de Ativismo

O Dia Internacional dos Direitos Humanos, celebrado dia 10 de dezembro, marca o encerramento da campanha 21 Dias de Ativismo pelo fim do racismo e da violência contra as mulheres. No Brasil, a campanha ocorre desde 2003 e começa no dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra.

A FLD-COMIN-CAPA está comprometida com a superação das violências e do racismo. Participa dos 21 Dias de Ativismo desde 2006 com a Nem Tão Doce Lar, mesmo ano em que foi promulgada a Lei 11.340 (Lei Maria da Penha). Leia mais aqui.