Experiências agroecológicas em diversos municípios do Rio Grande do Sul

Notícias

Experiências agroecológicas em diversos municípios do Rio Grande do Sul

Erexim/RS – A agroecologia é o que nos move, tanto na produção de alimentos saudáveis, como no fortalecimento da saúde e no cuidado da terra. É com este espírito que agricultores e agricultoras agroecologistas, estudantes e técnicos realizaram uma viagem, nos dias 29 e 30 de outubro de 2019, com o objetivo de conhecer outras experiências: a produção de hortaliças na unidade de produção familiar de Rome Schneider e Valdir Luckmann, em Cruz Alta; o 1º Sistema Agroflorestal certificado do estado do Rio Grande do Sul, na unidade de produção familiar de Márcia e Nilo Schiavon, em Pelotas; e uma propriedade agroecológica que conta com a produção de ovos e galinhas caipiras, no Recanto Negrinho do Pastoreio, de Solange e Daltro Cruz, no município de Morro Redondo.

Além disso, realizamos outra viagem, nos dias 3, 4 e 5 de dezembro, em que visitamos a unidade de produção familiar e a Agroindústria “Vida na Terra”, de sucos e doces produzidos pela família de Cléo Aquino Ferreira, em Canguçu; a produção de hortaliças e o turismo rural na unidade de produção familiar de Márcia e Marcos Scheer, em Morro Redondo; a participação de agricultores e agricultoras no 14 º Dia de Campo em Agroecologia na Estação Experimental Cascata (EEC), da Embrapa Clima Temperado e no Seminário Estadual de Sistematização de Experiências em Pelotas.

Tais viagens fazem parte de um projeto de associativismo e cooperativismo em agroecologia e produção orgânica, recursos da Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural e do Cooperativismo – MAPA e Embrapa, com o objetivo de socializar experiências, estimular a cooperação e fortalecer as parcerias, aproximando os meios rural e urbano na busca de uma vida mais saudável e sustentável. A cooperação e a solidariedade precisam ser aprendidas e praticadas em nossa sociedade em escalas cada vez maiores.