Feiras itinerantes nas escolas e as conversas sobre agroecologia

Notícias

Feiras itinerantes nas escolas e as conversas sobre agroecologia

O CAPA Erexim está desenvolvendo um projeto muito bonito, chamado Feiras Itinerantes nas Escolas. O objetivo é incentivar os hábitos de alimentação saudável entre estudantes e a comunidade escolar, e, ao mesmo tempo, ampliar a cadeia produtiva e o consumo de alimentos saudáveis. As relações diretas nas feiras contribuem para fortalecer os laços de famílias agricultoras com consumidoras e consumidores, gerando mais renda para quem produz e preço justo para quem consome.

A pergunta é o que você sabe sobre a sua comida? De onde vem e quem produz esta alimentação? Que tipo de “alimento” estamos incentivando? Comemos por hábito, modismo ou instinto?

As feiras, além de serem um espaço de comercialização, são espaços de convívio e integração, que permitem conhecer mais sobre as formas de cultivo, as épocas de produção e consumo das frutas e hortaliças.

Interessante também é valorizar as frutas nativas de cada região. Quem lembra do araçá, da guabiroba, do butiá, da jabuticaba, da goiaba, da pitanga, do sete capotes, e tantas outras frutas? Pois o projeto “Cadeia Solidária das Frutas Nativas e dos Sistemas Agroflorestais” está transformando estas frutas em polpa, que são utilizadas na produção de sucos, sorvetes, geleias, bolos, como estratégia de valorização e conservação da biodiversidade nativa do Rio Grande do Sul.

Quanta riqueza e diversidade em nossos quintais e florestas!

Para refletir e pensar, quando escolhemos o que vamos consumir, estamos também escolhendo que sociedade e planeta estamos ajudando a construir.

Ingrid Margarete Giesel, coordenadora CAPA Erexim