FLD-CAPA assina convênio com FBB para apoio a projeto na área da agroecologia

Notícias

FLD-CAPA assina convênio com FBB para apoio a projeto na área da agroecologia

(Da esq. para dir.)  Sandro Genari, Bruno José Villa Verde, Cibele Kuss, Eloí Siegert Peter e pastor Marcos Bechert 

Porto Alegre/RS – A assinatura do convênio referente ao projeto Rede CAPA de Agroecologia – Semeando o bem viver, que recebe apoio da Fundação Banco do Brasil (FBB) e do BNDES, foi realizada no dia 11 de junho, em Porto Alegre (RS), na sede da Fundação Luterana de Diaconia (FLD). O contrato foi assinado pelo gerente geral da Agência Uruguai do Banco do Brasil (BB), Bruno José Villa Verde, e pela secretária executiva da FLD, Cibele Kuss, com a presença do gerente de Relacionamento da Agência Uruguai do BB, Sandro Genari, do secretário geral da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), pastor Marcos Bechert, e da presidenta da Diretoria da FLD, Eloí Siegert Peter.

O projeto Rede CAPA de Agroecologia – Semeando o bem viver, elaborado pela FLD-CAPA, prevê a instalação de 46 unidades demonstrativas, voltadas ao manejo sustentável de produtos da sociobiodiversidade e à produção agroecológica. A área de abrangência do projeto compreende dois biomas – Pampa e Mata Atlântica – e 37 municípios, do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

As atividades incluem a recuperação, produção, manutenção, beneficiamento e troca de sementes crioulas, a implantação de sistemas agroflorestais, a participação em feiras de sementes e a participação em espaços como a Comissão de Certificação e Produção Orgânica/CPORGS no RS e PR e o Conselho de Desenvolvimento Territorial do Território Zona Sul RS (Codeter). Outro objetivo é construir espaços de gestão democrática e participativa e capacitar lideranças e dirigentes sobre o Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo) e sobre processos de certificação orgânica.

“Por meio desse apoio, a Fundação Banco do Brasil está fomentando atividades e ações na área da agroecologia, fortalecendo quem produz alimentos e, ao mesmo tempo, atendendo um público de grande vulnerabilidade, que são as comunidades indígenas e as comunidades quilombolas”, afirmou Villa Verde. Para a secretária executiva da FLD, Cibele Kuss, a parceria com a FBB fortalece o compromisso e a confiança no importante trabalho de organizações e movimentos sociais que atuam no campo de afirmação e defesa de direitos. O Projeto CAPA de Agroecologia – Semeando o bem viver é um exemplo da importância dessa relação de parceria. O secretário geral da IECLB, pastor Bechert, mencionou que o financiamento para a manutenção da biodiversidade é mais um destaque do projeto, que ressalta o cuidado com a Criação.

“Os desafios são muitos e muito expressivos”, disse a presidenta da Diretoria da FLD, Eloí Siegert Peter. “Mas a experiência e a metodologia da FLD-CAPA traz tranquilidade na efetivação do projeto e no alcance de resultados, em termos das ações previstas, mas principalmente na vida das pessoas”.