DOAR AGORA

Notícias

Notícias

Consea divulga Exposição de Motivos sobre crescente risco da contaminação por agrotóxicos
20 de outubro de 2017 zweiarts
In Todas as Notícias

Paraná – O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea)/Paraná, do qual o CAPA faz parte, divulgou posicionamento de profunda preocupação com o cenário do uso de agrotóxicos no Brasil, repudiando veementemente seu uso abusivo. Além de ser o campeão mundial no consumo de tais produtos – ultrapassando 1 milhão de toneladas por ano – dos 50 agrotóxicos mais utilizados no Brasil, 22 são proibidos em países europeus desde 2008.

Além disso, conforme o documento, estudos da Embrapa mostram que apenas 19% do produto aplicado por meios aéreos atinge o espaço desejado – ou seja, a contaminação decorrente da pulverização é ampliada, chegando a alcançar até 32 quilômetros da área-alvo.  E a ameaça fica mais grave ainda com a perspectiva do aumento da pulverização aérea de agrotóxicos e a introdução de tecnologias como os drones, que estão sendo amplamente divulgados em feiras agropecuárias, que acarretarão muito mais acidentes rurais, contaminação de florestas, rios, solos e cidades.

Mesmo sendo específico para o Governo do Paraná, o documento é um alerta para todas as pessoas. Entre as recomendações, estão:

  • O cumprimento, por parte dos meios de comunicação, como concessões públicas, do seu papel de utilidade pública na veiculação de campanhas educativas, para valorizar o modelo de produção agroecológica de alimentos como meio para a segurança alimentar e nutricional da população.
  • A instauração de canais de denúncia sobre contaminação ambiental e de investigação de danos à saúde com nexo causal relativo ao uso de agrotóxicos.
  • A inclusão de ações estratégicas e prioritárias de medidas para redução do uso de agrotóxicos na produção de alimentos no território paranaense no Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN).
  • A imediata criação e fomento ao Programa Estadual para Redução de Agrotóxicos e de Fertilizantes Químicos (Proera) e o fim da pulverização aérea de agrotóxicos no Paraná.
  • O apoio do poder legislativo estadual para solicitação da imediata suspensão da tramitação do PL 3200/2015 proposta pelo deputado Federal Covatti Filho PP/RS, que altera a legislação de controle dos agrotóxicos vigente desde 1989, inclusive substituindo sua denominação para defensivos fitossanitários.

Foto: Agência Brasil

O documento na íntegra está disponível para download.