CENTRO DE APOIO E PROMOÇÃO DA AGROECOLOGIA

Notícias

Violência contra mulher na zona rural

No dia 11 de dezembro aconteceu a reunião de encerramento do ano do Fórum da Agricultura Familiar da Região Sul na sede do Centro de Treinamento da Agricultura Familiar - CECAF, na EMBRAPA Clima Temperado em Pelotas. O CAPA faz parte da coordenação do Fórum através das vagas para ONGs e Setorial de Mulheres. 

O encontro contou com a participação da Delegada Maria Angélica Gentilini da Silva, da Delegacia Especializada no atendimento à mulher (DEAM), Pelotas – RS, que abordou a violência contra a mulher a partir da Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha), trazendo reflexões acerca da construção social do machismo e da violência, discorrendo sobre o ciclo da violência e as 5 formas de violência contra a mulher tipificadas pela lei: física, psicológica, sexual, patrimonial e moral. Ainda, falou sobre o perfil dos agressores e o contexto em que ocorrem as agressões, trazendo dados sobre a violência doméstica no contexto da regional Pelotas e orientações sobre denúncias e encaminhamentos.

A seguir, a assentada de reforma agrária Roberta Sartini Coimbra, da Direção do setor de produção do Movimentos dos Trabalhadores e trabalhadoras rurais Sem Terra - MST, abordou a violência doméstica no contexto rural. Citando os desafios enfrentados pelas mulheres no acesso às políticas públicas, como acesso à terra, talão de produtora rural e crédito, Roberta discutiu como essa problemática agrava a perpetuação da violência no espaço rural, ao tornar a mulher dependente econômica e patrimonialmente de seu agressor.

A abordagem da temática foi finalizada com a apresentação de Diná Lessa Bandeira, do Grupo Autônomo de Mulheres de Pelotas - GAMP. Diná apresentou as atividades da ONG constituída em Pelotas há 26 anos, atuante no encaminhamento de mulheres vítimas de violência e o projeto a ser desenvolvido a partir de 2019 intitulado "Mulheres Rurais: vida e direito das mulheres".

Participaram da atividade em torno de 50 pessoas, mulheres e homens lideranças da agricultura familiar, comunidades quilombolas, assentamentos de reforma agrária, cooperativas, entidades de pesquisa, apoio e assistência técnica e extensão rural e representantes do poder público de 9 municípios do Território Zona Sul do Estado/RS: Arroio

Foto: Embrapa Clima Temperado