Notícias

CAPA recebe Comenda Boa Vista do Erexim
29 de abril de 2019 Susanne

No dia 29 de abril, em sessão solene da Câmara de Vereadores de Erexim/RS foi entregue a Comenda Boa Vista do Erexim – Centenário a 34 pessoas, entidades e associações que contribuem na construção da história de 100 anos do município, entre elas o CAPA/Núcleo Erexim/RS.

“Ao homenagear o CAPA, seus 40 anos de história, que têm como visão o desenvolvimento rural integral e sustentável apoiado no protagonismo das agricultoras e agricultores familiares e das comunidades tradicionais, seguindo os princípios da Agroecologia, da etnosustentabilidade e da cooperação que propiciam vida saudável e realização social e econômica, são homenageadas também pessoas e entidades envolvidas na produção, agroindustrialização e comercialização dos alimentos que vão para a mesa dos erexinenses” reflete a coordenadora do CAPA Erexim, Ingrid Margarete Giesel.

Ao longo da sua existência, o CAPA foi caracterizando o seu trabalho com o respeito à diversidade: biológica, cultural, étnica e religiosa, como item fundamental para a manutenção da vida e para a construção de independência e de autonomia. As agricultoras e agricultores assessorados podem comercializar seus produtos com a Certificação de Produto Orgânico, por meio do Sistema Participativo de Garantia da Conformidade Orgânica (SPG), fazendo parte de espaços de construção coletiva de certificação, comercialização e tecnologias agroecológicas. “Ter acesso a alimentos saudáveis e de boa qualidade é um direito universal dos povos. É dever de cada pessoa e da sociedade como um todo trabalhar para que isso seja realidade”, enfatiza Ingrid. “Muitas são as atitudes que contribuem para a promoção da soberania e segurança alimentar, através da Agroecologia.”

No final, ela conclui “no decorrer dos anos, o CAPA desenvolveu diversas atividades para fortalecer o processo de conversão agroecológica, sendo localmente planejada e discutida com as comunidades. Muitas ações contaram com o apoio e interagiram com políticas públicas, sendo debatidos temas como oportunidades para a agricultura familiar e as novas exigências impostas para a ela; desafios no contexto das mudanças climáticas; a busca de parcerias para a implantação de projetos visando o desenvolvimento sustentável.”

Texto: Cláudia Dreier