CENTRO DE APOIO E PROMOÇÃO DA AGROECOLOGIA

Notícias

​Parcerias ampliam atuação do CAPA de Rondon

5-08-2016

Marechal Cândido Rondon/PR - “Para viabilizar a produção e permitir que chegue à nossa mesa a comida boa, as parcerias institucionais são fundamentais e grandes propulsoras do trabalho do CAPA/Núcleo Marechal Cândido Rondon”, afirma o seu coordenador Vilmar Saar. “Dentre muitas outras destaco as parcerias com a Itaipu Binacional e a Unioeste.”

O trabalho conjunto permite desenvolver atividades com grande abrangência em toda a região. Entre elas destacam-se a produção e multiplicação de aves caipiras rústicas, o uso da homeopatia na agropecuária, a multiplicação de variedades de milho crioulo e de adubação verde, a produção de leite agroecológico e o desenvolvimento de novas pesquisas na Estação Experimental de Entre Rios do Oeste (PR).

Visibilidade

Um espaço privilegiado que permite às práticas agroecológicas chegarem ao grande público é a Vitrine Tecnológica de Agroecologia. Esta acontece no coração de um dos maiores eventos do agronegócio no país: o Show Rural Coopavel, realizado anualmente em Cascavel no mês de fevereiro.

“A Vitrine foi um dos locais que mais recebeu visitantes neste ano”, revela Ronaldo Juliano Pavlak, Técnico do Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável e encarregado pela gestão do convênio CAPA/Itaipu Binacional, pela parte desta. “E o público total do Show Rural em 2016 foi o maior de todos os tempos, superando 235 mil visitantes”, contextualiza ele.

“No evento realizamos demonstrações práticas em uma área de 2.600 m².  Nesta, que chamamos de unidade didática, visitantes recebem conhecimentos sobre: a importância do autoconsumo; a geração de renda; os animais no pasto mais sadios e rentáveis; a redução da dependência externa de insumos; o melhor aproveitamento da água da chuva e o uso de materiais alternativos em construções, como o bambu”, descreve o técnico, que também é o responsável por organizar a Vitrine.

Pessoas que não puderam estar presentes podem saborear uma amostra destes conhecimentos na Cartilha Vitrine Tecnológica de Agroecologia, distribuída gratuitamente no evento e disponível em pdf para acesso e compartilhamento.

Atuação renovada

Esta proposta teve início em meados de 2002, quando foi realizado um diagnóstico regional nos municípios lindeiros ao Lago de Itaipu Binacional, constatando-se uma demanda pela agricultura orgânica. “O CAPA foi uma das instituições participantes deste processo que propôs a Itaipu desempenhar um papel relevante para atender tal necessidade”, explica Ronaldo.

A partir de 2003, houve uma mudança na missão da empresa, que, além da geração de energia, introduziu e enfatizou a responsabilidade social e ambiental, com o Programa Cultivando Água Boa. Esse deu origem ao Sub-programa Desenvolvimento Rural Sustentável e passou a atuar em toda a Bacia Hidrográfica do Paraná 3, região de influência da hidrelétrica.

“A partir da criação do programa, todas as entidades que participaram do diagnóstico tornaram-se parceiras de trabalho, bem como foram agregadas novas instituições, para atuar no Comitê Gestor, que dialoga sobre as demandas da agricultura orgânica e organiza ações conforme suas necessidades”, revela Ronaldo.

Para saber mais: Conheça o Programa Desenvolvimento Rural Sustentável aqui.

Informações sobre Homeopatia na Agropecuária aqui.

A Cartilha Vitrine Tecnológica de Agroecologia pode ser acessada aqui