CENTRO DE APOIO E PROMOÇÃO DA AGROECOLOGIA

Notícias

Encontro valoriza espécies nativas na produção de alimentos

7-03-2012

“Em geral, geração de renda e preservação do meio-ambiente são considerados temas concorrentes. No entanto, as duas coisas podem andar juntas”, afirmou o coordenador executivo e técnico do Centro de Tecnologias Alternativas (CETAP), Alvir Longhi. A fala de Longhi refere-se ao encontro para formação nas áreas de segurança alimentar e economia solidária, promovido pela FLD no dia 7 de março, em Novo Hamburgo (RS), na cozinha industrial da Associação Beneficente Evangélica Floresta Imperial (ABEFI).

A proposta teve como objetivo valorizar a biodiversidade, especialmente através da utilização de espécies nativas na elaboração e comercialização de alimentos. Além disso, reuniu grupos urbanos e grupos da área rural, que puderam trocar experiências e aprender uns com os outros. “Esta interação entre urbano e rural foi um diferencial e foi muito rico”, avaliou Longhi.

O CETAP tem grande experiência no tema, especialmente na região norte do Rio Grande do Sul. “Fomos convidados pela FLD para compartilhar o nosso trabalho. Mostramos aqui como produzir sucos, sorvetes, geleias, doces e salgados a partir do uso de butiá, araçá, guavirova e pinhão, entre outros, retirando a matéria prima sem comprometer o meio ambiente”, disse Longhi.

Além do CETAP, a ONG Curicaca trouxe contribuições a respeito da conservação e do manejo do butiá e a Associação Nascente Maquiné (ANAMA), sobre a conservação e do manejo do palmito (também conhecido por açaí ou juçara), dentre outros elementos que ajudaram na discussão inicial, antes das atividades práticas na cozinha.

“Nosso araçá é tão desprezado, e aprendi que tanta coisa se pode fazer com ele”, lembrou Maria de Lourdes Figueiredo, do grupo Profetas da Ecologia, que, entre outras atividades, atua na área de formação de hábitos alimentares. “Valeu muito esta formação, também pelo fato de podermos conversar com pessoas da área rural. Vi que lá existem muitos grupos que podem ser complementares aos nossos. E também como uma oportunidade de trabalho para jovens agricultores, garantindo sua permanência no campo”.

De acordo com a assessora de projetos da FLD, Juliana Mazurana, “sabemos que muitos grupos e organizações têm experiências e interesses em comum, complementares, a partir das quais é possível potencializar ações e construir proposta de maior amplitude. Por isso, a ideia da formação e da troca de saberes, que foi muito bem recebida”.

Neste mesmo sentido foi a fala de Nelsa Nespolo, diretora do Departamento de Incentivo e Fomento a Economia Solidária da Secretaria Estadual de Economia Solidária e Apoio a Micro e Pequena Empresa (SESAMPE). Ela apontou para possibilidades concretas de articulação de empreendimentos solidários também em relação as plantas nativas.

A participação de 20 organizações, incluindo representantes do Núcleo de Economia Alternativa (NEA), da UFRGS, da Emater municipal de Porto Alegre e do Governo do Estado, do Departamento da Agricultura Familiar da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), resultou em propostas de continuidade de diálogos, articulações e de atividades semelhantes, na perspectiva da construção de uma cadeia sustentável das plantas nativas.

Segue abaixo relação das instituições que participaram deste encontro:

  • Associação Beneficente Evangélica da Floresta Imperial (ABEFI) Ação Encontro, Novo Hamburgo
  • Associação Evangélica de ação social em Novo Hamburgo (AEVAS), Novo Hamburgo
  • Associação Evangélica de Ensino – Instituto de Educação Ivoti (IEI), Ivoti 
  • Associação Nascente Maquiné (ANAMA), Maquiné 
  • Associação de Promoção Humana e Cidadania Juvenil – Trilha Cidadã, São Leopoldo 
  • Associação Profetas da Ecologia, Porto Alegre 
  • Associação do Quilombo dos Alpes D. Edwirges, Porto Alegre 
  • Associação dos Produtores da Rede Agroecológica Metropolitana (RAMA)/Organismo Participativo de Certificação da Garantia Agroecológica (OPAC) 
  • Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (CAPA), Pelotas 
  • Centro de Tecnologias Alternativas Populares (CETAP), Passo Fundo 
  • Comunidade Evangélica de Confissão Luterana Bom Pastor, Novo Hamburgo 
  • Cooperativa Alternativa de Alimentos Vida Saudável (BMBC), Canoas 
  • Cooperativa Central dos Assentamentos do RS (COCEARGS) RS
  • Cooperativa Mista de Trabalho e Produção Bom Samaritano Ltda (COOPERBOM), Viamão 
  • Departamento de Incentivo e Fomento a Economia Solidária da Secretaria Estadual de Economia Solidária e Apoio a Micro e Pequena Empresa (SESAMPE)
  • Departamento da Agricultura Familiar da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR)
  • Emater, Porto Alegre
  • Fundação Luterana de Diaconia (FLD) 
  • Núcleo Economia Alternativa NEA/UFRGS, Porto Alegre 
  • ONG Curicaca, Porto Alegre 
  • Sabor Nativo Agroindústria Familiar, Pelotas

Fotos: Gabriel Mendonça/Trilha Cidadã