CENTRO DE APOIO E PROMOÇÃO DA AGROECOLOGIA

Notícias

Agricultoras e agricultores do Vale do Rio Pardo participam de encontro da Ecovida

5-05-2017

Erexim (RS) – Entre os dias 21 e 23 de abril, técnicos da equipe do Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA) e da Cooperativa Ecovale estiveram presentes em um dos maiores eventos de agroecologia e agricultura Orgânica do país, o 10º Encontro Ampliado da Rede Ecovida de Agroecologia. No Parque de Exposições da ACIEE, agricultoras e agricultores dos estados da Região Sul do Brasil, estudantes, técnicas e técnicos, instituições de assessoria, parceiras e parceiros nacionais e internacionais e demais pessoas apoiadoras da agroecologia participaram de oficinas, seminários e debates. 

O núcleo Vale do Rio Pardo, acompanhado pelo CAPA, esteve representado por uma delegação de 49 agricultoras e agricultores certificados pela Rede Ecovida, dos municípios de Arroio do Meio, Venâncio Aires, Santa Cruz do Sul, Rio Pardo, Candelária e Cachoeira do Sul. Trinta integrantes da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc) e Escola Família Agrícola de Vale do Sol (Efasol), monitoras e monitores e estudantes também estiveram no evento. 

O encontro, que ocorre a cada dois anos, teve participação de integrantes dos 27 núcleos da Rede Ecovida, espalhados pelos três estados do sul do Brasil (RS, SC, PR) e sul de São Paulo, além de uma delegação de 150 pessoas representantes de países da América Latina. 

Esta edição teve como tema Cuidado, Cultura e Bem Viver – Construindo caminhos. A Feira de Saberes e Sabores também fez parte da programação, com trocas e vendas de produtos ecológicos, mostrando a qualidade e variedade dos alimentos. A Cooperativa Ecovale participou, comercializando seus produtos.  

Estratégias de comercialização para a segurança alimentar e nutricional, Juventude e agroecologia e Mulheres construindo agroecologia: organização, saberes e práticas foram alguns dos seis seminários oferecidos no evento. Além disso, 30 oficinas incluíram a programação, entre as quais Circuitos de comercialização de alimentos orgânicos, Abelhas nativas sem ferrão, Sementes crioulas, Novas tecnologias e seus impactos na agroecologia, Plantio direto de hortaliças e Riscos dos agrotóxicos e padrões ecológicos que se repetem na natureza.

Para o técnico agrícola do CAPA, Augusto Weber, “o encontro ampliado da Rede Ecovida é o momento de celebrar a vida, valorizando quem tem a tarefa nobre de produzir e consumir o que faz bem a tudo e a todas pessoas”. Ele ainda destacou a alimentação durante o Encontro – foi toda orgânica e preparada por chefs da Aliança de Cozinheiros do Slow Food Comida Gourmet –, bem como a gravação do Programa Vida no Sul.  

Julia Caroline Beling, bolsista de Jornalismo CAPA Santa Cruz do Sul