CENTRO DE APOIO E PROMOÇÃO DA AGROECOLOGIA

Notícias

CAPA apresenta resultados de projeto em Visita Técnica Internacional

Florianópolis - SC - O Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia - CAPA – participou da Visita Técnica Internacional Cooperação Internacional para implementação do Art.17 da CQCT/OMS. O evento, que aconteceu em Florianópolis de 28 a 30 de março, faz parte da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco.

A Coordenadora do CAPA Pelotas Rita Surita apresentou no primeiro dia do evento resultados do projeto de Diversificação em Áreas Cultivadas que beneficia 1200 famílias no Território Zona Sul do Rio Grande do Sul.

Na ocasião, participaram desta reunião as delegações de 20 países para conhecer e discutir a experiência do Brasil quanto a implementação de seu Programa de Diversificação em Áreas Cultivadas com Tabaco.

O intuito da visita é demonstrar as ações desenvolvidas, no âmbito da inovação para a diversificação em áreas com cultivo de tabaco, com base nas experiências do Brasil ao longo dos últimos 15 anos, baseado na metodologia livelihoods, aprovada na COP 6 na Rússia. Esta metodologia está sendo implementada na chamada pública de ATER para diversificação, sob-responsabilidade da Secretaria da Agricultura Familiar, Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural, implementado pela Coordenação de Inovação e Metodologia (SAF/DATER/CIM).

O evento está sendo subsidiado pelo secretariado FCTC / UNDP e contará com a participação de três países, sendo estes: Jamaica, Filipinas e Uruguai.

O Brasil é um dos países facilitadores do GT Internacional dos artigos 17 e 18 da CQCT. Esse Grupo foi criado em 2006, durante a 1ª Conferência das Partes (COP1), com status de grupo de estudos e na COP3 adquiriu a condição de Grupo de Trabalho.

Um dos compromissos assumidos pelo Brasil, na COP 5, foi realizar a 4a reunião do GT 17 e 18 para cumprir esse mandato até a COP6. Essa reunião ocorreu em Pelotas no Rio Grande do Sul entre 01 e 03 de outubro de 2013 com objetivo de fornecer um arcabouço metodológico para implementação dos artigos 17 e 18. Na ocasião, participaram desta reunião as delegações de 20 países para conhecer e discutir a experiência do Brasil quanto a implementação de seu Programa de Diversificação em Áreas Cultivadas com Tabaco