CENTRO DE APOIO E PROMOÇÃO DA AGROECOLOGIA

Notícias

Má alimentação e uso excessivo de medicamentos comprometem a saúde

Pelotas/RS - No início de abril, cerca de 350 agricultoras e agricultores e demais moradores da região Sul do estado acompanharam a palestra e o curso com o Dr. Celerino Carriconde. Médico e nutrólogo há mais de 30 anos, Carriconde abordou diversos temas relacionados à medicina preventiva, utilizando alimentos e plantas medicinais como solução para problemas de saúde e alimentação. No dia 5, participou do Seminário de Saúde, em Canguçu (RS), evento anual organizado pelo Sínodo Sul-Rio-Grandense, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), em parceria com o CAPA. A participação dos presentes, em sua maioria mulheres, foi fundamental para sanar dúvidas e informar.

O médico fez um alerta para o uso da medicação e a má alimentação. Para ele, "deve-ser fazer um trabalho de segurança alimentar para as pessoas saberem quais alimentos que são saudáveis, pois desta forma, é possível saúde melhor e evitar doenças mais sérias".

Já nos dias 6 e 7, Carriconde ministrou um curso sobre a cura pelos alimentos e plantas medicinais, no CAPA /Núcleo Pelotas. Questões como o uso de agrotóxicos e a saúde da terra foram abordadas. “Agrotóxico é como remédio químico. Se você não trata bem a terra, as plantas não crescem direito, daí vem as pragas. Agora, se você trabalha a agricultura orgânica, alimentando a planta com coisas naturais, com o uso da minhoca, com adubação verde, você vai ter um solo bom e uma planta boa, sem pragas".

Para o médico, as plantas são importantes também para o controle da renda familiar. "Elas funcionam como medicamentos naturais e suplementos alimentares, sem ser necessário gastar com medicamentos convencionais".

Texto e foto: Jordan Romano